Diferença entre Crosslinking e Anel Intraestromal

Diferença entre Crosslinking e Anel Intraestromal

O ceratocone é uma doença que atinge a córnea alterando sua curvatura, deixando-a em formato de cone.

A maioria dos casos tem o diagnóstico ainda na adolescência e patologia pode progredir durante anos, afetando muito a visão do paciente, resultando numa baixa acuidade visual que atrapalha atividades simples, como ler, dirigir, praticar esportes entre outros.

Existem vários tratamentos que são capazes de impedir a progressão da doença e melhorar a visão do paciente.

Entre os portadores de ceratocone, muito se fala em CROSSLINKING E ANEL INTRAESTROMAL, esses dois procedimentos tem finalidades diferentes, mas muitas pessoas não sabem.

CROSSLINKING — tem como finalidade estacionar ou dificultar a progressão do ceratocone. Este procedimento consiste na aplicação em ambiente cirúrgico de RIBOFLAVINA (VITAMINA B) na córnea e em seguida irradiação de luz ultravioleta (UV). Desta forma, as fibras da córnea ficam mais rígidas e fortes, dificultando a ação do ceratocone. Em alguns casos, pode ainda melhorar a acuidade visual, mas este não é o principal objetivo do procedimento.

ANEL INTRAESTROMAL — este procedimento visa melhorar a acuidade visual do paciente com ceratocone, é feito um implante de uma espécie de anel em volta da córnea, que irá provocar o seu achatamento, reduzindo os efeitos do ceratocone e por consequência melhorando a visão.

Portanto, os dois procedimentos podem ser realizados ao mesmo tempo, ou em períodos de intervalos curtos no mesmo paciente. Suas finalidades são diferentes, porém, complementares, e o objetivo final é a melhora da acuidade visual do paciente.

Agende sua consulta

Dr. Murilo Domingues possui consultório bem localizado em Curitiba. No consultório são realizados exames e procedimentos oftalmológicos. Entre em contato conosco para agendamento de consultas.

Telefone: (41) 3345-0700

Agende via Whatsapp: (41) 98403-3182

Compartilhe:

Comments are closed.

Entre em contato conosco